Texto
Lembrará de mim pelo eterno!
Alguns são capazes se perguntar por vezes o quão será sua longevidade. A vida ─ uma dádiva divina ─ concedida aos homens em busca da continuidade, ao meu ver. De acordo com alguns pensadores, baseados em suas mentes evoluídas, este presente não passa de uma propriedade que caracteriza os organismos cuja existência evolui do nascimento até a morte. Somos então uma demonstração de que nada eterno? Nossa existência tem fim. A carne é consumida, o carbono é degradado e ao fim da noite, não há mais seu ser. É atormentador imaginar o quão insignificante parece ser. A história irá te esquecer. Nós perdemos entes amados a cada segundo que se passa. E não importa o quanto os amamos, ao longo daquilo que define como "vida", os esquecerá. "A história irá te esquecer", ouso repetir em alto e bom som.

─ There's A House In New Orleans - Trama Central!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

─ There's A House In New Orleans - Trama Central!

Mensagem por The Voodoo Doll em Dom Maio 22, 2016 11:20 pm

the traingin center!
A nova era após Cordelia Fox não seria de completa paz. Afinal, aquela era Nova Orleans, a famosa cidade assombrada dos Estados Unidos, onde vivera Madame La Laurie. A cidade onde se acreditava viver vampiros, bruxas, criaturas sobrenaturais. Bom, não que fosse mentira. Aquela cidade, sem sombra de dúvidas, era mágica.

A Academia Miss Robichaux para Jovens Excepcionais estava em uma nova fase. Com a morte de Cordelia Fox e suas conselheiras pelos Caçadores de Bruxas, a liderança da Academia estava em crise, porém não ficou por muito tempo daquele jeito. Uma bruxa de seus 22 anos, se destacou entre as demais, e no dia do teste das Sete Maravilhas que escolheria a Suprema, ela foi excepcional. Seu nome era Behati Miënnlereaux, a próxima suprema.

Behati já era a Suprema há 3 anos. Seu conselho foi escolhido a dedo. Somente as melhores seriam. A jovem escolhera com cautela, algumas das mais excepcionais bruxas, além de si que seriam em quem confiaria para lhe ajudar . Ela rompera com as tradições, o conselho normalmente era composto de 3 pessoas, mas para ela, 3 não era o bastante. Mas a Suprema sabia, que aquilo era apenas o começo.

A cidade de Nova Orleans além das bruxas da Academia Miss Robichaux, passou a receber os bruxos da Academia Saint Harris. Para Behati, era uma novidade que existissem bruxos do sexo masculino. Para ela, e para a maioria das jovens de Robichaux, os bruxos estavam extintos, bom, na realidade, quase extintos. A jovem suprema tinha recebido aquela noticia de uma de suas conselheiras, a qual a responsabilizou para marcar uma reunião com o diretor da Academia.

A reunião foi um pouco conturbada, para ambos os lados. Gritos, objetos voando e sendo quebrados foram muito visto pelos humanos que apenas assistiam apavorados e surpresos. Mas por fim, depois de muitas conversas, ambos os supremos formaram uma aliança e uniram seus conselhos. Juntos, se protegeriam das ameaças que o mundo traria, e que não eram poucas.

Nova Orleans tinha se tornado uma zona de guerra. Os sobrenaturais estavam em guerra. Humanos, praticantes de voodoo, bruxos andarilhos, caçadores e bruxos. Ambos guerreavam entre si, tudo por uma coisa, o poder da cidade. Do French Quarter, principalmente, onde era a maior zona mística da cidade. E quanto mais aliados melhor era para quem quer o poder, pois como diz o ditado: Se não pode com o inimigo, una-se a ele. E aqueles que se saiam melhor por enquanto, eram os caçadores.

Os caçadores buscavam dizimar tudo o que era sobrenatural, não somente as bruxas, como os praticantes de voodoo, que eram seus inimigos, mas em raríssimas ocasiões, uniam-se aos caçadores. A atual rainha do voodoo, Ocktavia Els. Wörflhaimn, descendente direta da antiga rainha voodoo, Marie Laveau que se permitiu ser morta depois de um longo tempo, após lhe transmitir todos os seus conhecimentos, tinha se unido aos Caçadores com um único propósito, destruir os bruxos de Nova Orleans.

Mas como os caçadores e as facções não bastassem o mundo dos mortos também era um problema. Os bruxos tinham uma forte ligação com os Ancestrais, que se comunicava com os vivos, para trazer noticias, como arautos, e ajudavam apenas os melhores bruxos, sejam andarilhos ou não, a ter mais poder, a se fortalecerem. No mundo dos mortos, viviam todos os bruxos que faleceram, já que o mundo dos mortos era um purgatório. Naquele lugar, com influencia de bruxos malignos, como Fiona Goode, o purgatório estava em colapso, prestes a ser destruído a qualquer momento, e os nomes mais cruéis na arte da bruxaria poderiam voltar, além dos praticantes de voodoo, e o caos seria estabelecido novamente.

Pois é, a era após Cordelia Fox realmente não era de paz. E o que todos queriam naquele momento, era paz, mas todos naquela cidade que sabiam sobre o sobrenatural sabiam. Eles nunca teriam paz, e aquilo era só o começo.




The Entities
avatar
Mensagens :
38

Data de inscrição :
24/12/2013

The Entities

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum